para ver para ler para aprender para jogar para fazer para conhecer

para home em português para home em francês para home em alemão para home em inglês

para ver e encomendar livros para crianças

para ler contos em português

para ler poemas de crianças em francês

para ler cantigas de roda

para ler cantigas de embalar

para a página do juramento de um cão

 
  título da página dos contos e lendas  
     
  O MITO DE ARACNEIA
(Mito greco-romano contado e traduzido pela autora portuguesa Dulce Rodrigues)

Há muitos, muitos anos, vivia numa pequena cidade da Lídia, uma região que hoje pertence à Turquia, uma jovem chamada Aracneia. O pai de Aracneia era tecelão e ela também tecia, mas ninguém a suplantava nessa arte.

Segundo conta a lenda, os trabalhos de Aracneia eram de tal modo maravilhosos que a sua reputação chegou aos quatro cantos do mundo e até as ninfas vinham admirar o seu trabalho. Dizia-se que ela só podia ter aprendido a arte com Atena, deusa guerreira mas também protectora das artes e ela própria uma tecelã de talento. Quando Aracneia ouviu isto, ficou furiosa e lançou um desafio à deusa para ver quem era a melhor tecelã do mundo.

ler O MITO DE ARACNEIA

Atena não ficou nada contente quando soube da pretenção de Aracneia, contudo quis dar à jovem uma oportunidade de se desculpar dessa arrogância e, disfaçada de velha camponesa, foi visitá-la e aconselhou-a a não comparar o seu talento ao dos deuses. Mas Aracneia voltou a afirmar que era melhor tecelã do que Atena e a deusa, encolerizada, revelou nesse momento a sua verdadeira identidade. Organizou-se então um concurso entre as duas mulheres. Cada uma devia tecer um tapete.

ler O MITO DE ARACNEIA

Atena teceu uma tela magnífica representando o seu combate e a sua vitória contra Poseidão. Por sua vez, a tela de Aracneia representava e fazia troça dos deuses e das suas múltiplas conquistas amorosas.

O trabalho de Aracneia era tão fino e magnifico que Atena teve de se render à evidência de que Aracneia era melhor do que ela. Mas enraivecida por isso e também pelo insulto que o trabalho de Aracneia fazia aos deuses, agrediu com a sua espada a orgulhosa Aracneia diante de toda a gente.

ler O MITO DE ARACNEIA

Humilhada e chocada com a atitude da deusa, Aracneia pegou num fio, enrolou-o ao pescoço e enforcou-se. Cheia de remorsos, Atena apiedou-se da jovem e ressuscitou-a, transformando-a em aranha. E é assim que Aracneia se tornou na mãe de todas as aranhas, condenadas a tecer para toda a eternidade.

ler O MITO DE ARACNEIA

Desde então, suspensa ao fio da sua teia, dia após dia, Aracneia a aranha continua a tecer...

Gostaste deste conto? Então lê mais outro.

O teu amiguinho de quatro patas.

assinatura do Barry

 
  voltar à página anterior  
 
   
       
    Todos os Textos e Imagens © Dulce Rodrigues, 2009. Todos os direitos reservados