logo ávore_natal  

para home em português para home em francês para home em alemão para home em inglês


Natal e as suas tradições

Pai Natal

pinheiro do Natal

presépio de Natal

as renas do Pai Natal

outros símbolos de Natal

 
  título do texto de boas-vindas  
   
 
Presentes de Natal

Embora os PRESENTES não sejam bem um símbolo de Natal, passaram a fazer parte dos objectos tradicionais desta quadra do ano. O que seria o Natal sem prendas? Esta é certamente a altura do ano em que todos esperamos receber uma lembrança dos familiares e amigos.

É maravilhoso receberes prendas, não é? Para isso, deves comportar-te muito bem durante o ano! Temos de merecer o que recebemos.



   
 
Estrela de Natal

O uso das ESTRELAS para decorar a árvore de Natal está essencialmente ligado à estrela que guiou os três Reis Magos até ao lugar onde nascera o Menino Jesus. Na ponta da árvore de Natal e, muitas vezes, sobre o presépio coloca-se a Estrela de Belém.



   
 
Cores de Natal

As CORES PREDOMINANTES DO NATAL são o verde, o vermelho e o dourado, cores que estão presentes nas velas, bolas, grinaldas... O amarelo foi escolhido para simbolizar a estrela que guiou os três Reis Magos até ao lugar onde nascera o Menino Jesus; afinal, o amarelo é também a cor simbólica do Sol, a estrela fonte da nossa vida. Actualmente há também uma tendência para o azul, possivelmente por influência da tradição do Natal dinamarquês.



   
 
Missa do Galo

Em Portugal, a missa que se celebra à meia-noite, na passagem do dia 24 para 25 de Dezembro, chama-se MISSA DO GALO. A tradição da missa de Natal é comum a todos os países católicos e parece ter começado no século V. Realiza-se à meia-noite porque, na tradição popular, Jesus teria nascido a essa hora. Na verdade ninguém sabe o dia, muito menos ainda a hora a que esse acontecimento teve lugar.

Quanto a chamar-se "Missa do Galo" em Portugal, conta a lenda que o galo foi o primeiro animal a presenciar o nascimento de Jesus, por isso lhe pertenceu a missão de anunciar ao mundo esse acontecimento. Lenda à parte, o galo é sempre o primeiro animal a cantar, mal se levanta o dia.



   
 
Meias na chaminé

O costume de PÔR O SAPATINHO NA CHAMINÉ ou PENDURAR MEIAS tem inspiração numa das várias estórias que se contam sobre São Nicolau: as três jovens de Patara. Esta história verdadeira é um dos episódios da vida do bispo de Mira que fizeram dele o patrono da juventude.

E nós não podemos deixar de encontrar uma certa ligação entre os sacos cheios de moedas de ouro que o pai das três jovens encontrou debaixo da janela ou que, segundo outras versões da estória, São Nicolau teria deitado pela chaminé, com os PRESENTES que na véspera de Natal - ou no dia 6 de Dezembro ou 6 de Janeiro, conforme os países - as crianças bem comportadas encontram dentro do sapatinho ou de uma meia especialmente deixada na chaminé para esse fim.



   
 
Coroa de Natal

Hoje em dia, as COROAS fazem parte das ornamentações de Natal, sendo geralmente de plantas sempre verdes e decoradas com laços e bolas de diferentes cores, com pinhas prateadas ou douradas e outros enfeites, como a chamada flor do Natal.



   
 

Pelas suas folhas e os seus frutos, o AZEVINHO é a planta típica desta quadra do ano: o verde é a cor das suas folhas; o vermelho é a cor dos seus frutos. Tal como nos primeiros anos do Cristianismo, o azevinho é uma das plantas que entra na composição das coroas de Natal que decoram as nossas casas nesta quadra do ano.



   
  assinatura do Barry
 
   
       
    Todos os Textos e Imagens © Dulce Rodrigues, 2017. Todos os direitos reservados